domingo, maio 13

Raimundo Narciso

Estou ansioso por ler este livro. Para além de José Pacheco Pereira com a sua biografia de Álvaro Cunhal (lembro que vai no terceiro volume e que todos esperamos o quarto) mais ninguém escreve sobre a vida interna do Partido Comunista Português, a não ser para contar a história oficial. Este livro de Raimundo Narciso, que não era um quadro qualquer na organização do PCP (foi membro do Comité Central, foi fundador da ARA e viveu vários anos na clandestinidade) relata-nos o processo que conduziu à dissidência de vários comunistas no processo que ficou conhecido como a "terceira via".
Para já teve o mérito de colocar Vítor Dias a comentar e segundo o mesmo a desmentir uma parte do livro, em que o envolve em movimentos conspirativos contra o Dr. Cunhal no âmbito da "terceira via".
Raimundo Narciso em entrevista a José Pedro Castanheira para o Expresso, e perante uma pergunta deste sobre o Partido Renovar Democrático (PRD, lembram-se?) diz o seguinte (transcrevo a pergunta e parte da resposta):
JPC - Outra novidade é o papel do PCP na criação do PRD. Diz que o PCP «foi ao ponto de destacar simpatizantes e militantes para ajudarem a organizar o PRD e mesmo a integrarem-no». Está a falar de quem? E isso foi decidido em que órgão do PCP?
RN: Decisões com este melindre não constam em actas. Decorrem da aprovação de orientações políticas gerais. A prática é algo que se organiza com designações benignas nas ordens de trabalho.O que é conhecido e público é a grande campanha política das intervenções de Álvaro Cunhal, que precedeu a criação do "partido de Eanes", sobre o vazio à esquerda criado pela suposta "política de direita do PS" e cuja ocupação pelo PCP não estava manifestamente ao seu alcance.
Percebem agora porque estou ansioso por ler este livro?

2 comentários:

Anónimo disse...

Olhem só que espertalhaço!
Como se a má língua e as mentiras deste "comunista" arrependido não fossem suficientes, ainda junta a foto do Álvaro Cunhal na capa para ajudar a vender melhor a coisa.
E o gajo vai ganhar um dinheirito à custa disso.

JN disse...

Este comentário é para esse anonimo que tem a mania que percebe alguma coisa da vida do PCP, amigo acorde para a vida vá á Soeiro Pereira Gomes faça-se militante e peça para ser funcionário e daqui a uns 40 anos falamos ok?